Prêmio ESEG de Gestão: Alunos de ETECs são premiados por soluções inovadoras envolvendo Inteligência Artificial

https://eseg.edu.br/media/bancos/premio_eseg_gestao_2019.jpg

Os projetos vencedores do Prêmio ESEG de Gestão foram divulgados nesta quinta-feira, 7 de novembro, em cerimônia na sede do Centro Paula Souza, em São Paulo. Os trabalhos foram premiados em quatro categorias: Controles e Processos Industriais, Gestão, Saúde e Tecnologia da Informação e Infraestrutura. Participaram do concurso alunos do Centro Paula Souza que concluirão em 2019 o Ensino Médio, o Ensino Técnico Integrado ao Médio, o Modular, o Ensino Técnico a Distância e o Ensino Superior.

Neste ano, a iniciativa comemora 10 anos de incentivo à pesquisa e ao desenvolvimento tecnológico. Para marcar a edição comemorativa, o evento ganhou uma temática central: Inteligência Artificial.

O vencedor na categoria Controles e Processos Industriais foi o projeto “Reflorestamento Autônomo com uso de drones”, elaborado pelos alunos Isabela Zarda, Luiz Henrique Telles e Maria Vitória Paulique. Com orientação do professor Fernando Landim, da ETEC de Fernandópolis, os estudantes construíram um drone capaz de auxiliar na recuperação de áreas desmatadas por construções industriais, através da disseminação de sementes.

Na categoria Gestão, os ganhadores foram Felipe Nascimento, Igor Prado e Raul da Silva, da ETEC Professor Massuyuki Kawano. Orientados pelo professor Edson Tessaro Júnior, os estudantes apresentaram o projeto “Briquete com Resíduos de Casca de Amendoim”. Motivados por encontrar uma alternativa para o processo de queima via carvão ou lenha em indústrias e comércios, os estudantes criaram um composto através da casca de amendoim, capaz de substituir alguns produtos utilizados em processos de geração de calor.

“Blindaccess: Sistema de Mobilidade Urbana voltado para deficientes visuais” foi o projeto vencedor na categoria Tecnologia da Informação e Infraestrutura. O trabalho foi produzido pelos alunos José Vinícius Pecorari, Nayara Ribeiro e Victor Barreto com orientação da docente Graciete dos Santos, da ETEC Adolpho Berezin, de Mongaguá.

Também com o objetivo de agir como facilitador para portadores de deficiência, o projeto “Dispositivo para Auxiliar Deficientes Auditivos na Detecção de choro de bebês” foi o vencedor na categoria Saúde. O trabalho foi desenvolvido por Jonathan Melo e Victória da Cruz e orientador pelo professor Marcelus Guirardello, da ETEC Bento Quirino, em Campinas.

A iniciativa da ESEG, em parceria com o Centro Paula Souza, tem como objetivo dar aos estudantes a oportunidade de apresentar projetos com soluções criativas para a melhoria de processos ou produtos, por meio das mais diversas ferramentas, considerando a temática que deve envolver Engenharia e Gestão.