Áreas de tecnologia e finanças concentram alguns dos profissionais mais buscados no mercado de trabalho

Logística e Economia têm salários mais altos, enquanto a busca por cientista de dados aumentou 600%
 

Impulsionada pelas consequências da pandemia do novo coronavírus, a demanda por profissionais das áreas de finanças, logística e tecnologia será ainda maior em 2021. Embora já prevista, a crescente procura por especialistas desses setores tem tendência de alta ainda maior para este ano, principalmente em cargos de gestão.

Indispensável para a sociedade, o ramo logístico sofreu uma grande expansão devido ao aumento das compras feitas por canais digitais. Com as lojas físicas de portas fechadas, os consumidores tiveram que se adaptar para adquirir os produtos de maneira on-line, o que ampliou a necessidade dos serviços de transporte, planejamento e controle de estoque.

Para atender a alta demanda, as empresas foram obrigadas a se organizar rapidamente e para isso contrataram pessoas qualificadas e com extensos currículos a fim de planejar os métodos de deslocamento e estruturação de armazenamento, sem deixar de garantir a qualidade dos serviços. 

A economia também foi uma das áreas que mais necessitou de profissionais experientes e diferenciados para lidar com a turbulência e as incertezas do mercado financeiro. Lideradas pelos bancos e corretoras, as contratações aumentaram e geraram expectativa de crescimento para 2021 nas competências de serviços bancários, investimentos, negociação, finanças corporativas, planejamento de negócios, análise financeira e mercado de capitais. Os cargos que mais foram preenchidos ano passado correspondem aos de diretor financeiro, corretor, consultor financeiro, supervisor de contas e bancário. 

Segundo a multinacional Robert Walters, especialista em recrutamento, o salário de um diretor de logística ou diretor financeiro pode chegar até R$60 mil, de acordo com o tempo de experiência na função. A pesquisa aponta também que um gerente de segurança da informação pode ter remuneração de até R$ 30 mil dependendo do currículo. A companhia prevê também que o salário de um diretor de informação pode alcançar R$ 50 mil, enquanto o de um diretor de TI R$ 40 mil e um diretor de Segurança da Informação pode beirar os R$ 40 mil, conforme o know-how do profissional.

Decorrente das transformações digitais ocorridas durante a quarentena, a busca por profissionais de tecnologia se intensificou. Com os processos ocorrendo de forma eletrônica, muitas empresas precisaram aprimorar seus sistemas e outras até desenvolveram um novo modelo de oferta online para continuar as atividades. Essas necessidades exigiram muitos especialistas de TI. 

Segundo um levantamento da Catho, em 2020 houve um aumento de até 671% na procura por profissionais da tecnologia no estado de São Paulo. Embalado pela pandemia, o setor que já conquistava um relevante destaque no mercado, agora é uma das áreas mais promissoras em 2021 para especialistas do ramo.

O cenário é favorável para os cientistas de dados que viram um acréscimo de 671% na demanda pelos serviços prestados. As corporações precisam armazenar os dados dos clientes e garantir que essas informações sejam protegidas, além de utilizá-las como parte do negócio ao coletar, reunir, analisar e definir os padrões de comportamento dos consumidores, atividades desempenhadas pelo profissional da ciência de dados.

Acompanhado pelo fenômeno do crescimento do e-commerce, a carreira de desenvolvedor.NET ampliou as oportunidades com a procura acrescida em 517% pelos trabalhos de planejamento, codificação, depuração e testes de sistemas que utilizam a linguagem .NET. Responsável pelo desenvolvimento de websites e aplicações, a área é bastante próspera para este ano.

Para certificar a eficiência dos processos computacionais, o profissional de DevOps é incumbido de ampliar os conhecimentos dos desenvolvedores ao construir mecanismos que trazem mais confiança e qualidade para os sistemas da empresa. A necessidade pela garantia do funcionamento dos processos atingiu muitas organizações e resultou em uma alta de 460% na busca desse especialista.

Diante do aumento em 97% da contratação dos seus serviços, o web developer também espera uma boa colocação no mercado de trabalho. A fim de atender o grande volume de usuários, as empresas passaram a admitir pessoas desse segmento, pois são elas que desenvolvem páginas da internet e fazem a manutenção de sites, bem como definem linguagens, cuidam dos bancos de dados e do armazenamento e atualização de informações.

Ainda em relação à área da tecnologia, um outro profissional muito procurado em 2020 foi o programador ADVPL. A demanda cresceu em cerca de 60% e criou a expectativa de muita procura para este ano, já que é o responsável por codificar e corrigir sistemas para que a experiência do usuário seja completa e para que ele tenha suas necessidades atendidas.

As medidas de prevenção e o isolamento social causaram uma forte migração de processos manuais para digitais e modificaram padrões de consumo. Essas mudanças fizeram com que as pequenas e grandes empresas se adequassem ao novo cenário e utilizassem uma mão de obra especializada. A tendência é que alguns mecanismos permaneçam ocorrendo de maneira digital, enquanto mais procedimentos são agregados à essa linha.

Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência e analisar como você interage. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.
OK